REFLETINDO…….

Refletindo…

 Chegamos ao meio do ano num piscar de olhos e é quase que automático fazermos um pequeno balanço de nosso primeiro semestre e organizarmos as metas para a reta final de 2013. Confesso que alguns de nossos objetivos e principalmente o caminho para alcançá-los devem mudar em virtude das mensagens transmitidas por esse grande líder religioso que tanto encantou em sua última visita.

 Sim, reverencio Papa Francisco por suas colocações absolutamente inteligentes e oportunas; esqueço-me nesse momento de nossas divergências religiosas e atenho-me a seus ensinamentos como um grande líder religioso.

 Em sua recente entrevista ao Fantástico, fiquei especialmente impressionado com algumas colocações expressadas pelo Papa.

 

1ª) “ A Igreja é uma mãe e ninguém conhece sua mãe por correspondência. A mãe dá carinho, toca, beija, ama. Quando a Igreja ocupada por mil coisas se descuida dessa proximidade, e só se comunica por documentos, é como uma mãe que se comunica com seu filho apenas por carta.”

 2ª ) “Cada religião tem sua crenças. Mas dentro dos valores de sua própria fé, deve trabalhar pelo próximo. E nos encontrarmos todos para trabalhar pelos outros… Hoje a urgência é de tal ordem, que não podemos brigar entre nós, a custa do sofrimento alheio… Acredito que as religiões, as diversas confissões, não podem dormir tranquilas, enquanto exista uma única criança morrendo de fome, uma só criança sem educação, um só jovem ou idoso sem atendimento médico.”

 Declarações como essas, me fazem ter a certeza que nossa casa encontra-se no caminho certo de auxílio humanitário a um grupo escolhido e carente de atenção: os idosos.

 A todos os nossos colaboradores o nosso muito obrigado por nos possibilitar intermediar ações sociais; que todos tenham a certeza que estaremos cada vez mais buscando atender de forma plena as necessidades dos idosos de nosso entorno. Esperamos poder ver cada um de vocês em breve em nossos encontros com os assistidos; cada um deles carece não só da grande ajuda dada por nós, mas também de carinho e atenção. Evitemos ser apenas “mães por correspondência”.

 Um grande e afetuoso abraço cheio de axé,

 Imagem 

CRÉDITOS:  Humbono Rogério de Olissa

                    Humpame Kuban Bewa Lemin